Bem-vindo à QIX Pablo Cavalari

Pablo Cavalari é o novo amador da QIX

Pablo Cavalari é o novo amador da QIX

A marca do Pablo Cavalari no cenário do skate amador brasileiro é o seu estilo técnico e agressivo. Nas pistas ou em picos de rua, Cavalari tem sempre uma manobra pronta e de impacto para impressionar. Sua história como skatista já acumula 16 anos, divididos em sessão com amigos em Sorocaba, sua cidade natal, participações em eventos renomados, conquistas em campeonatos e, por que não dizer, em desafios e dificuldades típicas para quem quer seguir a carreira de skatista. Confira a trajetória do amador de 23 anos e suas perspectivas para este ano no skate e na equipe de amadores da QIX. Bem-vindo Pablo Cavalari! 

Quando e como você começou no skate?

Comecei aos sete anos de idade por influência de amigos que moravam na rua de casa. Ganhei um skate quebrado de um vizinho e, aos poucos, montei meu próprio skate com as peças que fui ganhando. Em 2000, aos dez anos de idade, tive uma lesão no joelho, fraturei a rótula e fiquei dois anos fazendo tratamento com remédios. Não conseguia andar de skate todos os dias por causa das dores, mas nunca deixei o skate de lado.

 Qual é seu estilo de skate e quais os picos que você curte mais?

Considero meu estilo street, técnico e agressivo. Em geral, prefiro andar em corrimão porque a adrenalina e a emoção são maiores.

Corrimãos

Cavalari possui um estilo de skate técnico e agressivo

Como é o skate em Sorocaba? Lugares para andar, pistas, picos de rua, lojas, incentivo.

Apesar de ser uma cidade grande, Sorocaba ainda deixa muito a desejar. São poucos os que fazem realmente algo pelo skate. Poucas lojas que ajudam o skate de verdade. O skate está crescendo na cidade, mas ainda falta incentivo, como por exemplo, eventos com boa estrutura e manutenção nas pistas.

Como surgiu o convite para fazer parte da equipe de amadores da QIX? O que você acha e espera dessa parceria?

No dia sete de janeiro recebi uma mensagem de texto da equipe da QIX querendo falar comigo, saber mais sobre meu trabalho no skate. Depois ligaram me dizendo que eu tenho o perfil da marca e perguntaram se eu gostaria de fazer parte da equipe de amadores da QIX. No começo não acreditei porque, naquele dia, era meu aniversário. E conquistar um espaço desse é importante para a carreira de qualquer skatista. Fico feliz e agradeço muito por fazer parte da equipe. Espero evoluir cada vez mais meu nível de skate, além de construir uma parceria forte com aqueles que fazem a família QIX.

Flip no  (Foto: Thiago da Luz)

Flip no pico de rua em Montevidéu, Uruguai (Foto: Thiago da Luz)

O que você destacaria de conquistas ao longo da sua carreira de amador?

Com certeza a vídeo parte autoral de 2014 com meu mano Chores Rodrigues. Foi um vídeo que saí satisfeito com o meu trabalho de vários meses. Também minha passagem pela QG (Quadra da Gang) em Criciúma, pelos quadros que fiz e por ter conhecido pessoas que, assim como eu, são apaixonadas por skate e estão dispostas a ajudar. Em relação aos campeonatos destaco o Jump Festival, onde fui bicampeão; Londrina AM; Rei da Pista; e Challenge Yourself. Nesses últimos vi realmente o nível do skate amador nacional.

Pablo

Cavalari também aproveitou os monumentos da capital do Uruguai pra registrar boas manobras (Foto: Thiago da Luz)

Recentemente você viajou para o Uruguai. Como foi essa experiência?

Eu sempre imaginei que o skate pudesse me proporcionar a realização de alguns sonhos, como viajar o mundo. Essa foi minha primeira viagem para fora do Brasil. Foi uma experiência única em Montevidéu, vários picos style, fiz algumas amizades que, certamente, marcarão na minha vida. Essa foi a primeira de muitas viagens que o skate ainda me proporcionará.

Hurricane no corrimão de rua em Nova Veneza, Santa Catarina

Hurricane no corrimão de rua em Nova Veneza, Santa Catarina (Foto: Thiago da Luz)

Já tem algo planejado para este ano em relação a outras viagens, participação em eventos? Quais suas perspectivas no skate para 2015?

Sim, já tenho algumas viagens planejadas. Brasília, Barcelona para fazer uma vídeo parte para a QIX, quero participar de campeonatos como o Maloof, além de correr o Tampa Amador no fim do ano. Evoluir minhas manobras e superar meus próprios desafios são minhas perspectivas para 2015.

Deixe um recado.

Quero agradecer primeiramente a Deus e a QIX pela oportunidade. É um grande prazer poder fazer parte dessa equipe que acredito ser uma das melhores do skate nacional. Agradeço também as marcas que já me apoiaram, aqueles que acreditam no meu trabalho e, de alguma maneira, torcem por mim.

Assista ao vídeo de boas-vindas do skatista amador Pablo Cavalari.