Entrevista com Kelvin Hoefler

Na etapa do WCS em Fortaleza, Kelvin competiu com os melhores skatistas do mundo

Na etapa do WCS em Fortaleza, Kelvin competiu com os melhores skatistas do mundo

Ele é quatro vezes campeão mundial no World Cup Skateboarding (WCS); participou de diversos campeonatos nacionais e internacionais em 2014; foi notícia em diversas mídias; filmou partes de vídeo; e, pela terceira vez, foi indicado pela Cemporcento Skate ao prêmio Skatista do Ano. Aos 20 anos de idade, sendo 11 dedicados ao carrinho, o skatista profissional da QIX Kelvin Hoefler segue consolidando cada vez mais seu nome no cenário do street skate brasileiro e se tornando uma das referências da nova geração do skate mundial. Confira a entrevista com o skatista do Guarujá sobre suas conquistas em 2014 e suas perspectivas para 2015.

-Ano passado foi um ano de grandes vitórias para você, destaque para o título de tetracampeão mundial. Além de ser um skatista bem jovem, você está despontando no cenário mundial do skate. Qual a análise que você faz sobre sua carreira profissional em 2014?

2014 foi um ano muito legal, cheio de viagens e diversão. Só me preocupei em evoluir nas manobras e filmar umas imagens na rua no começo do ano. Estava bem desencanado dos eventos, mas quando eu terminei o que eu tinha que fazer, participei dos campeonatos. Foi um ano muito bom para mim.

-Você participa desde 2011 do World Cup Skateboarding e pela quarta vez liderou o ranking do evento. Como você explica esse desempenho? Algo te marcou nessa última edição do WCS?

Na Europa existem muitos skatistas bons. Acredito que para se dar bem nos eventos é só se dedicar e ficar em boas colocações nas competições. A etapa do Brasil foi muito style, com um nível muito alto, com participação de vários gringos e os melhores skatistas profissionais do Brasil.

-Quais foram suas colocações nas etapas do WCS 2014?

Minhas colocações foram terceiro lugar em Tallinn na Estônia; primeiro em Vigo, na Espanha; primeiro no Brasil, em Fortaleza; e segundo na Rússia. Não participei das etapas da França e Canadá.

-Além das etapas do WCS, quais foram os eventos que você participou em 2014?

Participei do Simple Session na Estônia, onde fiquei em terceiro lugar; do Dew Tour nos Estados Unidos, onde ganhei o best trick e o campeonato em Ocean City; fiquei em segundo lugar no Dew Tour San Francisco, além de ter vencido o best trick; e fiquei com as primeiras colocações no Vans Waffle Cup, no Circuito Banco do Brasil, no DC Invitational e no Kimberley Diamond Cup, no Sul da África.

-Nos últimos meses você tem divido bastante seu tempo entre Brasil e Estados Unidos, país onde reside atualmente. Além das competições, o que tem feito e por que acha essa estadia nos EUA importante?

Tenho filmado muito nas ruas e andado em lugares diferentes para melhorar o meu skate. Tenho evoluído muito nos Estados Unidos e aprendido muita coisa boa. O skate nasceu na Califórnia, então as tendências surgem lá, assim como o skate.

-Recentemente você foi indicado a Skatista do Ano 2014 por uma das principais revistas de skate no cenário nacional, a Cemporcento Skate. É a primeira vez que foi indicado ao Troféu? Qual a sensação desse reconhecimento?

É a terceira vez que fui indicado para Skatista do Ano. É um prazer enorme, pois o Brasil tem muitos skatistas de ponta e deve ser um trabalho muito difícil de escolher apenas cinco. Independentemente de ganhar ou não, fico feliz de ter meu trabalho reconhecido por uma das revistas mais importantes no cenário do skate brasileiro.

-Em breve você lançará seu pro model de tênis pela QIX. Fale um pouco dele e sobre como está sendo mais esta realização para você.

Em breve estarei lançando com a QIX o meu segundo pro model de tênis. Foi um tênis desenvolvido por mim, pelo Geleia e toda equipe QIX, que fazem um trabalho muito bom. O tênis é bonito e bom para andar de skate. Então a galera pode usar no dia a dia, para sair ou para andar de skate.

-Ano novo, projetos novos. Quais são os planos para 2015?

Os meus planos para 2015 é andar muito de skate e evoluir também as manobras. Também quero finalizar o vídeo do meu pro model logo no começo do ano.

Lembrando que Kelvin está participando da votação da revista Cemporcento Skate, na categoria Skatista do Ano 2014. Vote em Kelvin clicando aqui!

Kelvin faturou cem mil dólares no Kimberley Diamond Cup

Kelvin faturou cem mil dólares no Kimberley Diamond Cup (Foto: Ana Paula Negrão)

No Dew Tour Kelvin obteve ótimos resultados

No Dew Tour Kelvin obteve ótimos resultados (Foto: Ana Paula Negrão)

Na Copa Brasil de Street Skate, o profissional conquistou mais uma vitória

Na Copa Brasil de Street Skate, o profissional conquistou mais uma vitória